Apresentação dos softwares livres de produção multimidia para Gilberto Gil

Em 2004, quando se defendia a proposta de se usar software livre como plataforma para a ação de Cultura Digital do MinC, foi preparada uma apresentação para o então ministro Gilberto Gil que queria ver com os próprios olhos os tais softwares em funcionamento.

Foi marcado um encontro com um grupo pequeno de pessoas em um estúdio na rua Simão Álvares, na Vila Madalena, em São Paulo. No encontro mostrou-se os principais softwares para edição de vídeo (kino e cinelerra) e de áudio (ardour).

Ao final do encontro, Gil foi convidado a gravar uma música, e gravou a canção Máquina de Ritmo.

Nesse encontro Gil afirmou que o software livre era “a ferramenta mais adequada” para o que se pretendia fazer no ministério.